sábado, 10 de março de 2012

O Cais

Quis tanto te ter
que te fiz em meus sonhos
não foi ao acaso
que me fiz mudar por ti
é nunca se pôde notar
lentamente vamos chegar

Nós sabemos
o mais longe que se pode chegar
é o contraste do céu
eu vou assim calado eu sorrio

Sem saber o que há de vir e ser
pra que tentar sozinho caminhar
onde os pés não conseguem achar
lugar algum pra si

Vai ver cabe a você
imaginar o viver
pro tempo fazer de nós
o vento que sopra o cais